.feed-links { clear: both; line-height: 2.5em; text-indent:-9999em;}

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Eleições Brasileira: Gays, Difamação e Baixaria!

Post enorme, meio reflexivo, algo cômico, mas acho que o momento pede!

Hoje, descobri que na imprensa está a maior discussão de quem apoia ou não apoia o casamento gay. Ventila-se que a Dilma talvez faça uma declaração se dizendo contra. Os gays estão irados

(Vc gay que vota na Dilma, agora teve seu coração tomado pelo ódio e quase se convenceu a votar no Serra. Pare um momento e reflita!)

(Vc gay que vota no Serra, tem um prazer mórbido em dizer: Eu sabia! Aguarde o fim do post).

Ontem, ouvi rindo, que em Petrópolis há crianças pedindo que não votem na Dilma, porque ela FORÇARÁ mulher a casar com mulher e homem a casar com homem. (Forçar é apelação. As crianças criaram isso? Não né! Alguém as informou! Isso chama-se Terrorismo! Na Democracia, não se justifica!)

No princípio, eu ri, agora eu me pergunto de onde está saindo isso? Vocês tem idéia de que a maioria dos nossos eleitores é semi-alfabetizado e têm comportamento muito semelhante a de uma criança? Acreditarão naquilo que os "adultos" disser e repetirão sem refletir. Quem são os adultos delas? o pastor semi-analfabeto, o programa fala que eu te escuto, o dono da mecanica onde trabalha, a mídia em geral, talvez até o Tiririca.

Nas discussões políticas do meu trabalho, deram agora para citar como referência o Marcelo Madureira do Caceta e Planeta, pode? Já não é mais nem o Jabor! Que País!

Fato há uma campanha difamatoria em curso:
Veja a foto abaixo, foi recebido por uma empregada doméstica:

Site de onde origina-se a foto: http://tinyurl.com/38nfrod

Antes de você decidir seu voto, sugiro que você analise o seguinte: Temos uma enorme pressão da imprensa para expor um ponto polêmico do plano de governo de um dos candidatos que beneficiaria os gays (Alem da citação no plano de goveno, foi dito pela candidata que União Civil de Homossexuais é questão de Direitos Civis. Tb nos beneficia). O único plano de governo que nos citou. Marina não citou!

Na verdade, a campanha da imprensa não está sendo contra o candidato A ou B, mas sim contra nós, LGBTT, (Gays, Homossexuais, Bichas, veados, chamem como quiser, garanto que seu vizinho homofóbico chama de FDP) Temos uma questão nossa tão simbólica e importante tratada de forma atabalhoada e cheia de paixão, sem discussão da raiz da questão: IGUALDADE e de suas verdadeiras implicações: Para nós, alguma, para o resto do mundo, nenhuma.

É um desrespeito completo e infelizmente, corremos o risco de termos muitas portas travadas, independente do resultado da eleição e podemos ter o risco de uma Onda Retrógada colocar em risco passos importantes já conquistados nos últimos 16 anos. (Há 16 anos, no Brasil, homossexualidade era doença, tive que ouvir isso na minha cara, algumas vezes, e ainda existiam psicólogos que ministravam cura. Atuação proibida em 1999 pelo CRP, que no mesmo determinou para os psicólogos brasileiros que não eramos doentes, acompanhado os psicologos americanos)

É bom ficar claro, que se tem alguém partindo para o vale-tudo eleitoral e "vendendo a mãe" para tentar virar a eleição, não é que está pressionado pela situação, por alguma declaração positiva feita para os gays e sim quem dela está se beneficiando.

Não criaram o Lula de Sapo barbudo? Querem criar a "Sapa aborteira".

Serra (PSDB) usufrui da campanha difamatória e da pressão da imprensa para chocar aos eleitores mais conservadores (em especial, pentecostais, parte dos votos da Marina) e como só existem dois candidatos poderia comprometer-se com o eleitorado gay (Nunca vai acontecer, afinal ele é o Sr. Burns) ou a por fim na campanha, com uma resposta neutra que não prejudique a expansão dos direitos civis. Por exemplo, União Civil de Homessexuais é mudar a legislação que é uma atribuição do Parlamento. (Poderia sugerir: Perguntem ao Tiririca! Que provavelmente será o presidente da Câmara! Risos)

PSDB e Serra, já utilizaram expedientes de terror semelhante em sua campanha de 2002. Lembra da Regina Duarte com medo? (ótima atriz, com certeza inspirou-se na interpetração de Maria do Carmo e partiu para o Vale Tudo [novela])

video

Nós gays podemos entender sistemicamente (O embate não é conosco, mas estao nos usando), ou ceder a tentação da ira e do pensamento 1+1, ou das paixões.

Mesmo que Dilma ceda as pressões, será um recuo estratégico e não vender a mãe como os gays que nunca votaram nela ou no PT apregoam e gritam nas praças.

Ainda com pensamento 1+1, para nós, gays, será ceder os aneis. (Dilma) Candidata pró, recua e se vence: temos possibilidade de conquista, afinal já foi a favor. Ou ceder a mão: (Serra) Candidato, que não apoiou, se aproveita da difamação ou exaltação dos grupos conservadores e se vence temos baixissima possibilidade de avanços.

Na realidade levantar essa questão agora, tem um duplo objetivo: Retirar o apoio da maioria dos Gay que votam Dilma e minar possiveis votos dos evangélicos e católicos tradicionais em Dilma.

É triste essa metodologia que remete a ditaduras, quando não se pode confrontar com idéias ou argumentos, o mais fácil é demonizar. Transformando tudo em puro ódio irracional.
Alguns exemplos:
Católicos com religiões afroamericanas, espíritas e protestantes até poucas décadas atrás no Brasil.
Hitler na Alemanha Nazista com os judeus.
MacArthur nos EUA com Pseudos Comunistas.
Roma com os Cristãos no Império Romano. (Cristão comiam criancinhas).


Todos com apoio da mídia de suas épocas.

Veja o comercial da Folha. So falta dizer que Lula é Hitler.

video

É lamentável que na nossa democracia, partes da mídia e alguns candidatos estão utilizando esse modo de operar.

Roriz em Brasília fez e faz sistemáticamente com vários opositores (Há quem diga que ele mesmo tem um pacato com o Tinhoso). Também ele é fruto de um Regime de Exceção, onde fazer terror é método considerado válido.

O comercial é impactante e me lembra muito os filmes de Goebbel, maior propagandista do nazismo. Chame de Liberdade de Imprensa, eu chamo de abuso do poder econômico, propaganda politica ilegal, como quiser. Também a folha já se pronunciou a favor do Serra.

Eu sugiro a todos os gays que ao invés de basear seus votos em emoções motivadas pela mídia, analise os feitos para os gays dos ultimos 16 anos.

Se quiserem, leiam os documentos que nortearam as políticas públicas de Direitos Humanos.

PNDH1 http://tinyurl.com/pndh...1(PSDB),
PNDH2 http://tinyurl.com/pndh2psdb (PSDB),
PNDH3 http://tinyurl.com/pndh3v1 (PT)

Nos dois primeiros (PSDB), gays são citados, mas sem serem incluidos em ações concretas.
No pndh3 (PT), que a Dilma leu, revisou, antes de ser enviado para o Lula assinar(o tão polêmico, citado na imagem do post) há ações concretas planejadas para os homosseuxais.

Destacarei uma das ações para que vocês tenham noção do teor das ações:

Ação 246. Incentivar programas de orientação familiar e escolar para a resolução de conflitos relacionados à livre orientação sexual, com o objetivo de prevenir atitudes hostis e violentas.



(Gente, isso é legalizar casamento? isso é garantir Direitos Humanos de forma real, outras medidas estão dessa forma)

Citem o quanto quiser o Irã! Não concordo, não apoio e fui protestei contra, pelos homossexuais que lá estão e em todo oriente médio. Tanto na Cúpula Árabe (1999), quanto quando o Lula fechou acordo com o Irã.

Não sou do Governo, não sou do PT e não acho que tudo esteja certo. Temos que continuar protestando, mas não podemos fechar os olhos ao que está aconteceu com o tema (direitos civis dos gays) em nosso País. É ter uma unha engravada e cortar a perna para resolver.

Eu como militante do movimento homossexual, vou colocar medidas práticas viabilizada nos últimos anos com apoio do Presidente Lula, que foram favoráveis a Comunidade LGBTTS: (Muitos me perguntam e não sei pq não há visibilidade, na verdade eu sei, falo disso outro dia, Tem a ver com Gramsci, risos!)

2006 Programa Brasil sem Homofobia;
2008 Lula abre a 1ª Conferência Nacional de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais, em Brasília;
Dentro do Governo Federal os Órgãos estão obrigados a aceitar os parceiros do mesmo sexo como dependentes;
Agência Nacional de Saúde Suplementar obrigou Planos de Saúde a aceitar parceiros com dependentes;
A pergunta Sobre orientação sexual foi incluida no Censo, para viabilizar visibilidade e projetar politicas publicas para a comunidade LGBTTS;
Proposição para o Parlamento do PL122 criminalizando a homofobia. (com o PL122 o que acontece no meu trabalho seria crime e não problemas pessoais como me dizem)
Aumento dos recursos federais para as Paradas do Orgulhos, para ampliá-las e para aumentar visibilidade e número de eventos. No DF, passou de 1 para 7, eu acho.

ESQUEÇAM PARTIDOS,CORES,
DECLARAÇÕES MARKETEIRAS DA CAMPANHA
TIREM SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES
EM RELAÇÃO AS POSTURAS E REALIZAÇÕES
QUANTO AOS GAYS e AOS LGBTTS

Não sou o Marcelo Madureira, o Arnaldo Jabor, a Regina Duarte,
a Marília Gabriela, a Marina Silva, o Gilberto Gil, o Boris Casoy,
nem a Folha de São Paulo e não estou mandando você votar em ninguém.
Sugiro que se você for levar em consideração
a questão dos Direitos LGBBTS,
leia (não o que escrevi, mas o documentos)
e analise antes de decidir em quem votar!

Agora se você é apaixonado por qualquer partido, perdeu tempo lendo.

BSvox estudou na Unb Relações Internacionais
fez pós em Ciência Política, em Gestão Pública e Políticas Públicas
e Militou de forma apartidária
de 2001 a 2005 no movimento GLBTT de Brasília
E milita até hoje em seu dia-a-dia!

Um comentário:

  1. seu texto foi algo concreto e muito bem escrito. creio q o q falta mesmo para a comunidade gay é parar e pensar nos avanços q já ocorreram e podem ou não ocorrer, dependendo do candidato q entrar no governo.
    infelizmente, vejo q mais e mais a comunidade está se tornando fanática e esquecendo de pensar racionalmente.

    ResponderExcluir