.feed-links { clear: both; line-height: 2.5em; text-indent:-9999em;}

sábado, 5 de março de 2011

É Carnaval ... E Os Caras Tão Se Pegando ...

Muitos não vão acreditar, mas existe carnaval em Brasília, e de rua, inclusive.

Hoje, o TUTI me levou para assistirmos ao Galinho de Brasília, um bloco de rua inspirado no Galo da Madrugada de Recife.

Como no bloco-mãe, o Frevo é o que comanda (Frevo Rules). O bloco vem crescendo ano após ano.



Foi muitissimo divertido, apesar de eu ainda ter como meu fiel companheiro meu inesquecível Robofoot. (Já passaram mais de 70 dias ... o Robofoot já faz quase parte de mim.)

Resultado: Não pude dançar, aliás, fiquei as margens do bloco Dançando como um gringo (levantando meus dedinhos na cadência do Frevo), com direito a "Ai, ai ai ai, ai ai ai ai ai ai ai, encima, embaixo, puxa e vai" e o "Vai pra puta que pariu, em versão frevo instrumental "... mas a magia do Carnaval supera tudo.

Aconteceram coisa fantásticas. Brasília está mudando, o Brasil está mudando.

Eu e TUTI fomos como qualquer casal de namorados convencional, na verdade, bem mais tímidos. Por conta do meu pé, fiquei quase o tempo todo amparado pelo TUTI. O que era encarado pelos outros como um abraço, (não deixa de ser). Como qualquer casal de namorados nos abraçamos, andamos de mãos de dadas e trocamos tímidos selinhos.

Não sei se é a permissividade do Carnaval, mas recebemos 4 elogios declarados de completos desconhecidos. Algo como: Vocês formam um casal lindo, ou então, vocês ficam tão bem juntos, etc ...

A VOVÓ MODERNOSA:

O ápice foi uma senhora de aproximadamente 55 - 60 anos, com uma garrafa de água, que ao nos ver abraçados disse: Vocês são lindos! Não deixem ninguém estragar isso. Que Deus abençoe vocês, sejam muito felizes. Casal lindo, Casal lindo.

(Eu acho que a cena do TUTI me amparando tornava a cena mais candida. Imagina: O TUTI de 1,72 m amparando de forma dedicada e carinhosa a mim e me ajudando a andar, eu com 1,85 m. É de derreter os corações)

Confesso que ficamos um tanto supresos e que foi algo constrangedor por conta do entusiamos da senhora.

Depois pelo nosso curto percurso que acompanhamos o bloco ela sempre que nos via mandava beijinhos e dava joia. O lindo casal sorria e acenava de volta.

CHOCANDO "Justin Bieber"

Houve ainda garotos com cabelo “Justin Bieber” (provável sexualidade confusa + um vulcão de hormonios + uma tsunami de desejos) de mais ou menos 14,15 anos ... que comentarem (com entonação entre chocados e entusiasmados) ao presenciar um singelo selinho:

“Os caras estão se pegando, os caras estão se pegando,”

(Tais cenas não aconteceram mais de uma vez, com públicos diferentes, apesar selinhos serem os mais puros e sinceros ... minha lingua não deixou a minha boca. Palavra de escoteiro!)

DESOPRIMINDO GERAL


Mas o mais cômico foi uma criatura completamente bebada gritando para um senhor com a camisa do Flamengo: - Flamenguistas gostam de sentar ...

Ao ouvir o comentário travamos o seguinte dialogo:

BsVox: Qual o problema de sentar?
Criatura: Nada. Arrasou. Qual time você torce?
TUTI: Nenhum e você?
Criatura: Meu time é a Blue Space na Sexta.

Conclusão: A criatura provavelmente queria alguém para “sentar” com ele.

Gente mais reprimida.

Enquanto tem gente que insiste em negar a homofobia, nós vamos fazendo a REVOLUÇÃO!!!



Galo Da madrugada-Alceu V.mp3

Só para constar:

(Continua amanhã, ou não)

6 comentários:

  1. rapidinhas mais q deliciosas ... agora o SENTA da CRIATURA foi óteeeema ... kkkkk

    ResponderExcluir
  2. Bem descobri que existe carnaval em Brasília!
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  3. Huahuahuahuahua!

    Tenho a impressão que o carnaval em Brasília é melhor do que em São Paulo!

    Melhoras para o seu Robofoot!

    ResponderExcluir
  4. Muito bom!
    Eu tb passei o carnaval apaixonadinho, de casalzinho, mas eu tava no Rio, né! Ipanema é gay friendly (sou gay totaly! hahahaha)
    www.confissoesaesmo.com

    ResponderExcluir
  5. Hahaha mto bom! Eu vi uma menina aos berros que "aqueles caras estão se pegando, eles estão se pegando". Ela estava chocada, não horrorizada... Como alguém que viu pela primeira vez algo que só tinha ouvido falar.

    Detalhe: o irmão dela é gay e ela não sabe.

    Detalhe 2: o grupo que ela estava era de bibas hahaha

    Santa burric... oops: inocência!

    ResponderExcluir
  6. Ahh, que legal, cara... Tá que vocês foram bem discretos, mais já é uma grande revolução...
    No Rio as coisas ainda precisam melhorar muito, existe um tipo de apartheid (vc sabe, né? Já morou por aqui).
    Assim como o Autor, eu passei meu carnaval praticamente todo na Farme de Amoedo. Ali na farme é tudo liberado, até uns amassos mais "calientes". Mas fora dali, eu e o rapaz que estava comigo ainda nos sentíamos intimidados de trocar carícias mais ousadas que andar de mãos dadas, por exemplo. E isso com razão...
    Uma vez, dentro do metrô há algumas semanas, eu e um amigo nos beijamos. Algumas pessoas que estavam por perto nos olharam de cara feia, e só não nos repreenderam porque outros amigos que estavam perto nos apoiaram em voz alta para todos que estavam no vagão. Mais tarde, ao me despedir com outro beijo desse meu amigo, um taxista se recusou a fazer a corrida para ele .... São coisas como essas que nos motivam a querer chocar tbm... XD

    Enfim, que legal que o carnaval aí em Brasilia foi bom... Aqui no Rio o Carnaval é sempre muito bom!!! Te deixei um meme lá no blog... Responde lá, tá?

    Um beijo... Até o próximo

    ResponderExcluir